Permita-se uma nova forma de olhar para si e para os outros

Permita-se uma nova forma de olhar para si e para os outros

Resumir o valor do Mapeamento Pessoal da Human Code é muito difícil.

Definir algo do tamanho dele é engessá-lo em toda a sua capacidade, pois trata-se de uma sinergia de forças com as quais o Universo nos presenteia desde o nosso nascimento para que possamos evoluir. E só fazendo-o é possível ter uma dimensão mais próxima do quão transformador esse mecanismo é.

Somos únicos — todos sabemos —, mas trazemos algo que torna cada um de nós especial. É como se fosse um código secreto que hoje nos está disponível. A ferramenta nos coloca frente a frente com nossas potencialidades e com nossas limitações e desafios: em relação a nós mesmos, aos com quem convivemos, pessoal e profissionalmente, ao Universo e à nossa caminhada. Ter consciência disso é muito bom, um presente impactante e revelador. É impossível ficar indiferente. E fazer bom uso desse mapeamento é a chave para que possamos não somente nos compreender, mas também aos que nos cercam, e descobrir como tirar o melhor proveito disso.

 

Estamos aqui para evoluir, cada qual com uma missão. Embora únicos, entender que somos parte de algo maior, que caminhamos todos juntos, lado a lado ou não, faz com que a nossa jornada seja mais fluida e plena. Enxergar os que estão ao nosso entorno com empatia e respeito é também respeitar a nós mesmos. Há coisas que não valem a pena que dispersemos nossa energia. Noutras, é como se uma força maior agisse a nosso favor — e é, emitindo sinais constantes, que só conscientes seremos capazes de perceber e utilizar para a nossa evolução.

Com o mapeamento vamos aprendendo que, “é tudo sobre nós”. E justamente por isso é de grande valia que cada vez mais pessoas possam se conectar com sua essência, que nos liga ao Universo e ao nosso papel enquanto estamos aqui. O Mapeamento versa sobre isto: nós, em nossa essência, e de que forma nos relacionamos conosco, com o outro e com o mundo.

Você tem certeza de que é sua melhor versão, aquela mais potencializada, que o conecta com o que realmente você é e o alimenta? Usa todos os recursos disponíveis para você no dia a dia? Sente que há um propósito maior naquilo que faz?

Independentemente da resposta, se você ainda não fez o seu Mapeamento, quem sabe se permite experimentar? É impossível ficar indiferente. Meio que em uma analogia aos processos de psicanálise, essa ferramenta permite que nos vejamos — e nossa atuação no mundo — por um prisma diferente e único, visto que equaciona conhecimentos de diferentes áreas, da antroposofia e filosofia à psicologia e numerologia, entre outros. Agora, imagine um algoritmo poderoso que agregue tudo isso de maneira harmônica. O nome Human Code — acredito — não é por acaso. Ele realmente nos revela esse código único e perfeito que nós trazemos e, infelizmente, pouco usamos porque não conhecemos, não nos conhecemos.

Enfim, é difícil explicar. É preciso sentir. Uma sugestão?

Permita-se.

Experimente.

Vai impactar você.

Jordana Horn 
Analista Human Code

  • Post category:Autoconhecimento
  • Reading time:3 mins read